"Nada parece impossível a alma que ama". (Santa Terezinha do Menino Jesus)

terça-feira, 28 de outubro de 2008

ORAÇÃO NA COMUNIDADE

“Perseveravam eles na doutrina dos apóstolos, nas reuniões em comum, na fração do pão e nas orações”. (At 2, 42)

a comunidade é o nosso tesouro, lugar dos servos do Senhor, por isso servo que não vai a missa, não deve exercer um ministério. Para que isso não pareça uma imposição, vamos entender o por quê desta afirmação. Primeiramente, os ministérios existem para a comunidade e não para o servo, já que eles são para a edificação da Igreja. Além disso, é a comunidade que atesta o ministério de cada um de nós. Isso significa dizer que o núcleo do grupo observou-nos, orou e obteve do Senhor a confirmação para que pudéssemos exercer o ministério e, ao fazê-lo, a comunidade colhesse frutos saborosos e autênticos.

É no Grupo, Cenáculo de Pentecostes, que acontece o batismo no Espírito Santo, e sem este não podemos servir como convêm. É promessa de Deus que se cumpre a cada semana, independentemente da atuação das pessoas. Uma só coisa é necessária: nosso coração aberto ao derramamento que se dá e às transformações que o Espírito Santo quer realizar em nós.

É orando em comunidade que recebemos o sustento e amor do irmão, que vamos perdendo o medo de servir e de proclamar as maravilhas do Senhor. É no grupo de oração que nos abastecemos para melhor exercermos o nosso chamado, já que a graça que é derramada no grupo se estende por toda a semana, inclusive para a reunião do grupo de intercessão. Quando se fala em reabastecer-se, significa dizer que devemos, como intercessores, participar do grupo de oração. No dia da reunião de oração é o Núcleo quem serve, inclusive na intercessão, pois ele é a célula principal do grupo de oração.

Estando presente nele, podemos conhecer melhor as necessidades tanto do grupo, quanto das pessoas que ali vão e levar para ao grupo de intercessão, onde na presença do Senhor, clamaremos por essas necessidades e O louvaremos por tudo o que deseja realizar.

Nenhum comentário: