"Nada parece impossível a alma que ama". (Santa Terezinha do Menino Jesus)

quarta-feira, 6 de maio de 2009

MAGNIFICAT



"E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus meu Salvador, porque olhou para sua pobre serva." (Lc 1,46b-47)

Encontramos no início do Magnificat toda a intensidade da oração, colocado nos lábios de Maria onde ela proclama algumas atitudes da vida de todo servo-intercessor.

Estando ainda no tempo pascal, vivamos esse mês mariano primeiramente orando diariamente o Magnificat e se possível o rosário, colocando para nossa Mãe e Rainha todos os benefícios que o Deus todo poderoso tem feito em nossas vidas. Primeiramente por ter sido canal da graça, aceitando ser a mãe de nosso Salvador e Senhor, segundo por agora ser nossa medianeira junto a seu filho único: JESUS CRISTO.

Por isso nossa alma deve glorificar o Senhor, bendizer e louvá-lo pelo que Ele fez e faz em nossas vidas. O Espírito Santo então produz em nós o fruto da alegria, que é totalmente diferente da alegria do mundo, pois com a vinda do Espírito, permanecemos no Senhor e com Ele mesmo nas adversidades da vida. Assim como Maria, testemunhamos que o todo poderoso fez, faz e continuará fazendo em nós maravilhas.

Nossa Alegria se encontra em Deus “A alegria de Deus é a vida do homem!

Que o Espírito Santo nos conduza nessa direção, para que assim como Maria sejamos cheios do Espírito Santo, exultantes e alegres, primeiro por saber que o chamado do Senhor não acontece por nossos méritos, mas é dom, graça de Deus. Segundo para que um Pentecostes aconteça em nossas vidas de tal modo que estejamos repletos para agirmos na vida pessoal, missionária e ministeriada de serviço, intercedendo por todos aqueles que necessitam, como ela fez nas bodas de Caná.

Que neste ano nosso Pentecostes seja mais mariano, ou seja, estejamos com ela no Cenáculo, aguardando o cumprimento da promessa do Pai, realizada após a ressurreição e ascensão de Jesus, pois Ele estando assentado à direita de Deus intercedendo por nós batiza-nos no Espírito Santo!